Como o Google prejudica quem quer, rouba dados e criou um grande monopólio visando a Skynet

Se você ainda não percebeu como o Google se tornou a corporação mais MALÉFICA no mundo, confira este artigo do site The Week que revela como o Google rouba conteúdo de pequenos editores, esmaga sua receita, coloca-os fora do negócio, e monopoliza a internet.

O artigo, intitulado “O Google é um monopólio – e ele está esmagando a internet“, revela como o Google destrói os pequenos editores, literalmente, roubando seu conteúdo, negando-lhes as receitas, e colocando-os fora do negócio:

O último exemplo da abuso de plataforma monopolista vem de Adrianne Jeffries com a história sobre o site CelebrityNetWorth.com. Esta era uma pequena empresa iniciada por um homem chamado Brian Warner, que descobriu em 2008 que não havia boas informações sobre o quanto Larry David tinha de fortuna. Depois de algumas pesquisas, ele percebeu – e descobriu que havia uma tremenda demanda por informações sobre a fortuna das celebridades. Ele começou um pequeno negócio de mídia, eventualmente contratando uma equipe de 12 funcionários para realizar investigações detalhadas – às vezes até mesmo contatando as próprias celebridades.

Em seguida, o Google veio com uma ideia para “Featured Snippets”, o qual coloca respostas às consultas de pesquisa no topo da página de pesquisa. Em vez de ter que clicar para encontrar a resposta a uma pergunta, ele simplesmente irá dizer-lhe um resumo dos principais resultados da pesquisa.

Antes de lançá-lo, o Google perguntou à Warner se eles poderiam raspar seus dados e creditá-lo. Warner recusou, mas o Google fez isso de qualquer maneira. O algoritmo que eles usam para os snippets é notoriamente propenso a erros – e pior, o CelebrityNetWorth muitas vezes não conseguiu receber os créditos. Muitos erros rasparam outros sites que eles próprios tinham agregado ao CelebrityNetWorth.com. O resultado geral foi devastador:

Em fevereiro de 2016, o Google começou a exibir um Featured Snippet para cada uma das 25 mil celebridades no banco de dados do site CelebrityNetWorth, disse Warner. Ele sabia disso porque ele adicionou algumas listas falsas para amigos que não eram celebridades para ver se eles apareceriam como respostas em destaque, e eles apareceram. “Nosso tráfego imediatamente desmoronou”, disse Warner. “Comparando janeiro de 2016 (um mês cheio onde ainda não tinham coletado nosso índice) a janeiro 2017, nosso tráfego está abaixo dos 65 por cento.” disse Warner que teve que despedir a metade de sua equipe de funcionários.

O Google deliberadamente destrói os negócios, em outras palavras, enquanto rouba seu conteúdo para consolidar ainda mais poder e lucro para si mesmo. É assim que os monopólios operam, é claro: Consolidando poder e influência, enquanto destrói qualquer um que possa ameaçar sua posição de dominação.

Por que agora é urgente quebrar o monopólio do Google e salvar a nossa República

O monopólio do Google precisa ser quebrado para o bem dos consumidores, da concorrência e da liberdade de informação. Se permitimos que o Google continue a monopolizar a pesquisa, os vídeos, as receitas publicitárias e até mesmo a robótica avançada, logo vamos acordar em um mundo onde o Google estará derrubando governos e nações, administrando o mundo como uma corporação monopolista e fascista.

Como eu descrevo neste artigo sobre o maléfico Google:

Se não pararmos o Google, é apenas uma questão de tempo até que a divisão de robôs do Google atinja capacidades físicas suficientes e proezas de inteligência artificial (IA) para serem liberados como robôs assassinos ao estilo Exterminador, para alvejar seres humanos no campo de batalha (ou mesmo para alvejar inimigos políticos). Não é tão longe como você pode imaginar. Antes que você perceba, o Google vai construir exércitos de robôs soldados em massa, e o Google vai se tornar um poder militar por si só. O que o Google fará com todo esse poder?

Como o próprio Google já demonstrou, ele exercerá o poder de silenciar seus inimigos, suprimir a verdade, escravizar a humanidade e dominar tudo à vista. Não é difícil ver como, outros 25 anos de tal mal descontrolado, o Google poderia derrubar nações inteiras e suplantar os governos que conhecemos hoje com sua própria ditadura corporativa totalitária. Para imaginar como o Google pode operar em um futuro onde ele controla os robôs humanoides mais perigosos armados, basta perguntar-se como o Google opera hoje. O Google respeita a humanidade ou tenta escravizá-la? O Google tolera a concorrência e a crítica, ou tenta silenciar aqueles que falam contra ele? O Google protege a privacidade de seus usuários ou a vende com acesso de porta traseira à NSA, a qual viola a privacidade da Quarta Emenda a cada segundo todos os dias?

A resposta é muito clara: o Google tornou-se a corporação mais maléfica do mundo – e perigosa. Tornou-se um perigo para a liberdade humana, o conhecimento humano e até a vida humana. Se não pararmos a marcha do Google em direção ao domínio totalitário, o futuro de nosso mundo parecerá uma sociedade distópica de seres humanos escravizados, todos ignorantes e desinformados sobre a realidade (graças à supressão da verdade por parte do Google).

Nenhuma crítica à “realidade aceita e verificada pelos fatos” será permitida no YouTube, no Google ou em grande parte da Internet, já que qualquer pessoa que ouse contradizer as narrativas totalitárias de esquerda será, imediatamente, removida das receitas publicitárias, visibilidade dos mecanismos de busca e credibilidade pública.

O Google – que provavelmente deveria ser renomeado como “OBEDEÇA” – terá alcançado seu objetivo final de silenciar toda a dissidência, controlar todo o conhecimento e derrubar todos os governos que se oponham. Neste futuro, o Google irá executar todas as eleições, e todos os vencedores de tais eleições serão pouco mais do que fantoches do Google, aprovando seus esquemas legislativos que continuam a conceder ainda mais poder a tudo do Google.

A liberdade vai morrer.

A dissidência se extinguirá.

A razão será rotulada como “discurso de ódio”.

A conformidade será obrigatória.

E um dia, metade da população humana será declarada “obsoleta” e não mais necessária para os globalistas porque os robôs avançados do Google vão substituir o trabalho humano. Nesse ponto, os fornos de despovoamento serão executados 24 horas por dia, todos movidos por algoritmos de IA do Google, é claro, que irão calcular o gasto mais eficiente de energia para eliminar uma vida humana.

Este é o futuro para a humanidade se o Google não for detido.

Fontes: http://www.anovaordemmundial.com/2017/04…ucros.html

http://www.naturalnews.com/2017-04-21-pu…rofit.html

http://www.naturalnews.com/2017-04-18-go…ation.html

http://theweek.com/articles/693488/googl…g-internet

https://theoutline.com/post/1399/how-goo…tworth-com

Comentário: Ultimamente tem ficado claro como o google está mudando sorrateiramente suas políticas a fim de poder criar um controle das informações que circulam entre o povo. Portanto se não houver uma denúncia forte e unida eles simplesmente vão dominar completamente a opinião pública, e consolidar de uma vez por todas o que você deve ou não pensar. Reclamem e denunciem, não aceitem isso calados!

A verdade é dura, muitos tem dificuldade em aceita-lá e preferem criar uma nova distração ou mentira para se distrair. Contudo não importa o que aconteça, a verdade prevalecerá.