Uma Vez ladrão, sempre ladrão : Lula usa jatinho de fundador da Kroton, envolvido no mensalão mineiro, para ir a Curitiba

O jatinho usado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na manhã desta quarta-feira (10), do aeroporto de Congonhas, em São Paulo rumo à Curitiba, no Paraná, está registrado em nome da empresa de Walfrido dos Mares Guia, fundador da Kroton e ex-ministro de Relações Institucionais, que foi apontado como um dos idealizadores do mensalão mineiro. O ex-presidente presta nesta tarde depoimento ao juiz federal Sérgio Moro, responsável pelas ações da Operação Lava Jato em primeira instância.
A Samos Participações, de Walfrido e que tem sede em Belo Horizonte, chegou a ter seus sigilos bancário e fiscal quebrados durante as investigações do mensalão mineiro. O ex-ministro, contudo, sempre negou o envolvimento e, em 2014, a Justiça suspendeu as investigações do caso após a prescrição do suposto crime. 
A informação de que Lula viajava no avião -Cessna 525, de prefixo PR-BIR, pertencente à Samos Participações, foi revelada nesta quarta-feira pela rede Record. Essa, entretanto, não é a primeira vez que o petista viaja em jato particular do ex-ministro. No ano passado, o ex-presidente foi visto usando o jato particular em viagem à Brasília.